Desde 2007 no AR!

 

A Alagoas

Alvo de ataques homofóbicos, ver gay não define meu caráter e jamais definirá”

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Alvo de ataques homofóbicos, vereador de Maceió desabafa: “Ser gay não define meu caráter e jamais definirá”

21/03/2024 16:37 - Vanessa Alencar
Por Vanessa Alencar
Image

Em um desabafo emocionado, na sessão desta quinta-feira (21), na Câmara Municipal de Maceió (CMM), o vereador Rodolfo Barros voltou a denunciar crimes de homofobia. Ele contou que sofreu ataques homofóbicos, principalmente nas redes sociais, depois que trecho do seu discurso de ontem foi noticiado.

Destacando que “em nenhum momento quis fazer da minha vida pessoal uma bandeira nesse Plenário, para me promover sobre uma pauta que considero extremamente importante e necessária”, Rodolfo relatou que após a veiculação da notícia repercutindo sua fala sobre “perder seguidores quando posta fotos com marido", passou a ser alvo de comentários extremamente ofensivos.

Não estou fazendo essa fala para me vitimizar, de forma alguma. Faço porque tenho amigos e uma família que sempre me acolheram. Vivi 26 anos da minha vida com a mente aprisionada, calado, sem que ninguém soubesse da minha orientação sexual, até que me apaixonei e tive coragem de contar para minha mãe, para meus irmãos e dizer o que eu sentia... Eu tenho uma rede que me acolhe, mas existem meninos e meninas que não têm e por comentários cruéis tiram suas próprias vidas”, desabafou.

Ele contou ainda que, em alguns comentários, chegaram a questionar sua fé, em razão da orientação sexual: “Vou continuar crendo que Jesus Cristo é o meu Senhor, independente se eu escolhi viver com outro homem ou não. Eu sou um orgulho para minha casa, para minha família... Não vou aceitar ser reduzido em relação a minha orientação sexual, ser ridicularizado em praça pública porque eu sou gay. Ser gay não define meu caráter e jamais definirá”.

Reforçando todo o tempo que sua fala não é “vitimização”, Rodolfo frisou: “Esse Parlamento tem o papel de dizer que homofobia é crime em todas as suas formas independente de quem comete”. 

O vereador recebeu o apoio de colegas e o presidente da CMM, Galba Netto, agradeceu aos vereadores “por evidenciarem a pandemia do preconceito”, informando que a estrutura da Câmara está à disposição de Rodolfo Barros. “Faremos questão de repassar cada comentário ofensivo à nossa Procuradoria, para que as pessoas responsáveis sejam denunciadas, responsabilizadas, punidas e sirvam como lição didática. Toda a Câmara está com vossa excelência”. 

Santana Oxente:: O MAIOR PORTAL DE NOTÍCIAS DO SERTÃO ALAGOANO

oxente_santana69@hotmail.com
www.santanaoxente.net

Newsletter

Receba noticias em primeira mão. Assine nossa Newsletter