Flamengo goleia Santos no Maracanã no retorno de Gabigol, que marca dois gols

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Flamengo goleia Santos no Maracanã no retorno de Gabigol, que marca dois gols

↑ Gabigol comemora ao lado de Diego Alves, um dos gols do Flamengo

Com dois gols de Gabigol e uma boa atuação ofensiva, o Flamengo goleou o time reserva do Santos por 4 a 1, neste domingo, no Maracanã. O time soma 45 pontos, se mantém na terceira colocação e perto dos líderes São Paulo e Atlético-MG. Na próxima rodada, o rubro-negro enfrenta o Bahia, também no Maracanã. Nos gols, o atacante fez questão de comemorar de perto e de longe com o goleiro Diego Alves, que ainda não acertou sua renovação com o clube.

– Ele é um líder dentro e fora de campo. Sabemos que a permanêcia do Diego depende dele e da diretoria, mas a gente quer que ele fique. Eles vão se sentar e decidir o melhor para os dois. Mas queremos a permanência, pois é muito ídolo e muito experiente dentro de campo – disse o atacante Bruno Henrique.

Com um time recheado de garotos, o Santos de Cuca mandou o claro recado de que o jogo da Libertadores contra o Grêmio, na quarta-feira, é a prioridade. Ali, no Maracanã, era a chance de ver os jovens em ação e, quem sabe, surpreender o Flamengo. Quase fez no primeiro tempo em duas oportunidades com Jean Mota e em outra com Alison.

Dito isso, ao Flamengo a vitória era obrigação ainda que o confronto se configure um clássico nacional. Diante dos garotos, o time impôs o ritmo e imprensou a equipe do Santos. Fosse na velocidade de Bruno Henrique ou infiltrações dos laterais, os comandados de Rogerio Ceni conseguiam chegar com facilidade ao ataque.

A pontaria, no entanto, não estava das melhores. Gabigol, ou Gabi como agora quer ser chamado, se atrapalhou nas boas chances que teve. O atacante esteve fora das duas últimas para recuperar o equilíbrio muscular. Arrascaeta e Bruno Henrique também viram finalizações suas passarem bem perto da trave.

Coube a Gerson, já no fim do primeiro tempo, transformar a superioridade do Flamengo em gol. Rodrigo Caio disputou de cabeça, Natan testou a bola no travessão, e, no rebote, o volante também de cabeça marcou seu primeiro gol no Brasileiro.

O gol deu a tranquilidade necessária para a etapa final. Aproveitando a certa desorganização do Santos, já nos primeiros minutos, o Flamengo ampliou em pênalti sofrido por Arrascaeta e bem cobrado por Gabigol. O atacante comemorou com o goleiro Diego Alves, que trava uma disputa com a diretoria na renovação do contrato.

Sem muito poder de reação, o Santos viu o Flamengo costurar a goleada. Num rebote do goleiro João Paulo, após jogada de Arrascaeta e Bruno Henrique, Filipe Luis marcou o terceiro.

Já com Pedro em campo, ao lado de Gabigol, o time continuou a pressionar. O atacante tentou dar uma cavadinha sobre João Paulo, mas não conseguiu. Minutos depois, o goleiro do Santos apareceu de novo. Desta vez, cometeu pênalti em Everton Ribeiro. Gabigol pegou a bola e fez o seu segundo no jogo, o quarto do Flamengo.

O Santos ainda diminuiu aos 30 minutos com Bruninho, de cabeça. Mas não chegou a ameaçar. Pelo contrário, o Flamengo, mesmo com as modificações feitas por Ceni, teve chances de ampliar.

 

Santana Oxente:: O MAIOR PORTAL DE NOTÍCIAS DO SERTÃO ALAGOANO

oxente_santana69@hotmail.com
www.santanaoxente.net

Newsletter

Receba noticias em primeira mão. Assine nossa Newsletter