Foto: Divulgação
Governador Renan Filho informou que solicitou avião da FAB a Bolsonaro

Atualizada às 07h

Conforme informações repassadas pela assessoria de comunicação da cidade de Mata Grande, os corpos dos alagoanos vítimas do acidente de ônibus em João Monlevade, no estado de Minas Gerais, devem desembarcar de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) no aeroporto de Paulo Afonso (BA) ainda nesta segunda-feira (7). 

Após desembarcar no aeroporto de Paulo Afonso, que logisticamente é mais próximo das respectivas cidades de origem, os corpos irão seguir em cortejo em caminhões do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM-AL), até os locais dos velórios, para que as cerimônias possam serem realizadas. 

A FAB em uma outra aeronave irá levar os parentes das vítimas que se deslocaram para o estado de MG para que pudessem executar os trâmites burocráticos até a liberação dos corpos.

Dos 19 corpos, a Polícia Civil de Minas informou que na manhã desta segunda-feira (07), que pelo menos quatro devem seguir para o estado de São Paulo e outros 15 seguem para o estado de Alagoas. 

"Serão duas aeronaves, uma da FAB C-130, que será utilizada para o transporte das urnas com os corpos, e outra aeronave, um C-90 da FAB, para transporte das vítimas e parentes das vítimas. O voo sairá do aeroporto de Pampulha para a cidade de Paulo Afonso, na Bahia, pois fica mais próximo de Mata Grande. Todas as ações estão sendo coordenadas pela FAB, Gabinete Militar de MG, Defesa Civil e Gabinete Militar de AL", detalhou o tenente-coronel Flávio Godinho, que é coordenador adjunto da Defesa Civil de Minas Gerais.

Dentre os corpos que serão levados para o estado de SP, estão os de Maria Silma da Silva Batalha e Elias Vieira Batalha, que voltava do estado de Alagoas após encontrar seus pais que não visitava há mais de 22 anos. Além do casal, outras quatro pessoas da mesma família seguem internados devido os ferimentos provocados pelo impacto da queda do veículo.

Vindos de Alagoas, pelo menos seis familiares de vítimas do acidente com ônibus em João Monlevade, em Minas Gerais, chegaram ao Instituto Médico-Legal (IML), em Belo Horizonte, neste domingo (6).

De acordo com a polícia que deu prestou assistência aos familiares, a intenção da vinda da maioria é buscando fazer o reconhecimento dos corpos.

Os voos deverão sair do aeroporto da Pampulha em Belo Horizonte por volta do 12h e devem chegar em Paulo Afonso (BA) no final da tarde por volta das 17h. 

*Sob supervisão da editoria